Blogues mortos

11 de junho de 2013 § 4 Comentários

É estranho descobrir cantos de escrita abandonados.
Com textos últimos que datam de alguns meses, ou vários anos até.
Eu mesma tenho os meus.
Mais esquisito ainda quando não há indicação sequer de quem seja a(o) autor(a).
Algo como uma descoberta de hieróglifos anônimos, que dão pistas biográficas mas não o rosto ou a graça de quem deixou todas aquelas histórias e impressões ali.
Por quanto tempo será que esses blogues se manterão no ar antes que os donos de sua esfera resolvam apagá-los?
E o que pensarão aqueles que os encontrarem, esses diários interrompidos, essa verborragia que um dia resolveu calar-se e nem se deu ao trabalho de meter trancas na casa.

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para junho, 2013 em O Pequeno Livro do Exílio.